Em carta, reitor da Uerj acusa governo de forçar fechamento da universidade


Sem citar Pezão, ele diz que a universidade e o estado são perenes, os governantes não. Documento tem apoio de ex-reitores.

RIO - O reitor da Uerj, Ruy Garcia Marques, com apoio de antecessores, divulgou na tarde desta terça-feira um carta em que acusa o governo do estado de “desprezar o ensino superior” e “de forçar o fechamento” da universidade. No documento, chamado “A Uerj e o futuro do Rio de Janeiro”, ele cita a importância da Uerj — a 11ª colocada em qualidade emntre as 195 universidades brasileiras, segundo ranking da Times Higher Education de 2016, e a 20ª entre todas as universidades da América Latina — para a economia do estado. Ao fim, o reitor destaca que a Uerj vem sendo sucateada, “numa absoluta falta de visão estratégica por parte dos governantes do nosso estado”, e, sem citar o nome do governador Luiz Fernando Pezão, diz que “a Uerj e o estado são perenes, os governantes não”. ...LEIA MAIS